Mandate

Sob a supervisão directa do Vice-presidente, a Unidade de Planificação Estratégica tem por missão zelar pela formulação de uma estratégia sub-regional para a implementação do programa de integração regional e de desenvolvimento da CEDEAO e no quadro da NEPAD, e pela sua tradução em programas operacionais e sectoriais, aos níveis nacional e regional.

A Unidade deve contribuir para o desenvolvimento de um plano estratégico regional detalhado, indicando as principais implicações e as opções estratégicas para a implementação dos programas/projectos. A Unidade deve ajudar na elaboração e na actualização de um programa de trabalho estratégico a curto, médio e longo prazo para a Comissão bem como a uma melhor coordenação dos planos estratégicos organizacionais, em colaboração com os Comissários e os Directores. Finalmente, deve desempenhar quaisquer tarefas que lhe forem confiadas pelo Vice-presidente e pelos Comissários.

O Plano Estratégico e a Visão 2020 já definidos, constituem instrumentos e referências preciosos para a Unidade de Planificação Estratégica:

O Plano Estratégico 2007-2010 visa, nomeadamente, através de uma abordagem inclusiva e participativa, a consolidação da paz e da segurança, a promoção da democracia e da boa governação, por um lado, e por outro, o aprofundamento da integração do espaço económico regional, a promoção do comércio intra e extra regional, o aumento da competitividade, a diversificação e o crescimento.

A Visão 2020, por seu turno, preconiza uma evolução da CEDEAO de Estados para uma CEDEAO de povos através da implementação de um determinado número de objectivos com vista à criação de um espaço económico único (uma moeda única, um banco central único, um Parlamento Comunitário Legislativo) em que as populações poderão dedicar-se aos seus negócios e viver na dignidade, na paz, no estado de direito e na boa governação.